Blog

Notícias, novidades e informações sobre o mundo Hard Tech

Modernização de arquiteturas para Cloud

Tudo o que você precisa saber sobre modernização de arquiteturas para Cloud

Migrar para Cloud pode otimizar diversos processos dentro da sua empresa. Mas esta não é uma mudança que deve ser feito da noite para o dia. Afinal, há muitos pontos que precisam ser levados em conta para que o seu negócio obtenha sucesso nessa transição.  

A pandemia e a desaceleração econômica estão servindo como catalisadores para a inovação e a adoção de serviços em Cloud, especialmente em casos de trabalho remoto e implementação de novos serviços digitais. Assim, a adoção das tecnologias em nuvem continua sendo uma das principais forças que impulsionam a transformação digital nas empresas. Mas, infelizmente, tornou-se comum que organizações acelerem o processo de migração para Cloud sem uma estratégia centralizada.

As dores e delícias da migração para Cloud

O que algumas empresas esquecem, no entanto, é que a simples transferência de sistemas de TI para a infraestrutura Cloud sem levar em conta a modernização de arquiteturas digitais pode comprometer severamente suas operações e a disponibilidade de produtos e serviços.

Por exemplo, organizações que baseiam seus processos em arquiteturas monolíticas – o famoso sistema legado – podem enfrentar custos muito mais altos e diversas dificuldades operacionais ao tentarem migrar do On Premise para o Cloud. No entanto, aquelas que já trabalharam para modernizar seus sistemas e possuem a chamada arquitetura ‘Cloud native’, certamente vão obter resultados melhores, em termos financeiros e em operações. 

Assim como acontece com a escalabilidade de dados em nuvem, a hospedagem de infraestrutura começou a ser cobrada apenas pelo espaço dos servidores e pelos recursos utilizados pela companhia – como processador, memória e banda. Por isso, a modernização de aplicações faz parte de uma iniciativa mais abrangente para se preparar à medida que a organização responde às mudanças nas necessidades da empresa.

As organizações podem liberar todo o potencial da modernização de aplicações e da migração para Cloud ao adotarem serviços de evolução de arquiteturas digitais.

Posso migrar do On Premisse para o Cloud sem adaptações?

Nossa resposta é direta e reta: até pode, mas não recomendamos, pois sairá muito mais caro. E, quando isso acontece, é comum que as empresas desistam do processo por acharem que a conta não compensa.

Para um processo de migração para a nuvem ser bem-sucedido, é preciso pensar na arquitetura e na forma como seus sistemas, aplicações e integrações estão desenhados. Portanto, primeiro é preciso passar pela fase de atualização tecnológica, que inclui as modificações necessárias para que se torne viável migrar do On Premise para Cloud.

O papel do arquiteto de soluções

Um arquiteto de soluções trabalha de forma muito parecida com um arquiteto urbanista tradicional. Se formos comparar, enquanto o urbanista planeja cidades, pensando na melhor forma de estruturar cada elemento, o arquiteto de soluções atua para projetar sistemas e suas integrações para que eles funcionem da maneira mais eficiente possível. Assim, a partir do momento que uma empresa decide migrar do On Premise para o Cloud, é papel do arquiteto de soluções otimizar esse processo.

Antes de migrar, modernize

Para evitar armadilhas, três pilares devem sustentar uma iniciativa de modernização de arquiteturas digitais. Usando-os como base, será possível fornecer a sua empresa todos os benefícios do ambiente Cloud:

• Habilite aplicações novas e atuais para a nuvem. Essa iniciativa exige arquiteturas abertas e flexíveis, baseadas em preceitos como a elasticidade, contêineres, microsserviços e integrações.

• Estenda a integração para além de sua organização. As aplicações modernas devem possuir conectividade aberta, mas protegida, para outras pessoas confiáveis fora da sua empresa, como clientes e parceiros.

• Incorpore a adaptabilidade e a expansibilidade para atender às mudanças constantes nas necessidades da empresa. A modernização deve preparar o cenário para requisitos futuros com arquiteturas abertas, escalabilidade e gerenciamento em diferentes nuvens.

Conte com o nosso time para atuar no processo de implementação, transposição ou otimização das arquiteturas digitais do seu negócio para nuvem, que com certeza poderá levá-lo à excelência operacional e à satisfação de seus clientes.

Solicite um diagnóstico da sua operação!

Autores:

Eduardo Sano, Head de Arquitetura
Marcelo Vilela, SME Cloud e SaaS
Thales Araújo, Especialista em Infraestrutura Cloud