Blog

Notícias, novidades e informações sobre o mundo Hard Tech

Por que se preocupar com performance em ambientes Cloud

Por que se preocupar com performance em ambientes Cloud

Má performance em ambientes Cloud afeta sua reputação e clientes podem deixar de confiar em uma empresa cujos sistemas estão sempre falhando

Problemas de performance e gargalos de desempenho podem causar períodos de instabilidade ou queda total no funcionamento de uma aplicação. E, nesses casos, o desempenho – ou a falta dele – se torna um reflexo direto da competência e confiabilidade de uma marca.

Falhas em requisitos de performance provocam perda de clientes, queda de produtividade e redução no faturamento de uma empresa. E, como o desempenho de uma aplicação pode variar muito conforme o ambiente de entrega, é fundamental garantir performance na hora de migrar do On Premise para o Cloud. 

A demora para acessar dados, aplicativos ou requisições frustra times de desenvolvimento e afeta a experiência dos clientes. Por isso, é importante garantir que aplicações baseadas em ambiente Cloud mantenham desempenho máximo. 

Como funciona o ambiente Cloud?

Cloud Computing é a tecnologia que permite o acesso remoto à softwares, além do armazenamento e do processamento de dados via Internet, sem a necessidade de conexão a um servidor local – também chamado de On Premise. Assim, por meio de uma conexão de rede, é possível ter acesso a um conjunto de recursos previamente definidos, com performance e segurança garantidos para todos que se conectarem ao ambiente Cloud.

Mas, afinal, o que é performance?

A performance envolve uma série de indicadores e geralmente está vinculada aos recursos de uma aplicação dentro da própria infraestrutura Cloud. Frequentemente, a combinação da falta de recursos como espaço em disco, memória, ciclos de CPU e conexões de rede podem causar problemas de performance. Mas, outras vezes, o baixo desempenho de uma aplicação é resultado de uma arquitetura incorreta, que não distribui adequadamente seus processos entre os recursos de nuvem disponíveis.

O que é escalabilidade em Cloud?

A escalabilidade em ambientes Cloud refere-se à capacidade de aumentar ou diminuir os recursos de TI conforme necessário para atender às demandas. A escalabilidade é uma das marcas do ambiente Cloud e o principal motivador de sua popularidade no mundo dos negócios. Já que, com essa premissa, os custos ficam atrelados ao uso. Essa, inclusive, é a base do FinOps, um importante método de gerenciamento de negócios para calcular os custos dos serviços de nuvem pública. Mas este já é um assunto para outro artigo.

De acordo com as previsões de Tecnologia do Gartner para este ano, até 2023, 40% de toda a carga de trabalho corporativa será implantada em infraestrutura Cloud. Em 2020, esta parcela já representava 20%.

Benefícios da escalabilidade Cloud

Os pontos-positivos da escalabilidade em Cloud estão impulsionando a migração para esse ambiente por empresas grandes e pequenas:

Conveniência: com apenas alguns cliques, os administradores podem expandir a capacidade do servidor e personalizá-la de acordo com as necessidades do negócio. Isso economiza um tempo precioso para os times de Tecnologia, já que, em vez de gastar horas ou até dias trabalhando em configurações, essas equipes podem se concentrar em outras tarefas.

Flexibilidade e velocidade: conforme as necessidades do negócio mudam e crescem – incluindo picos inesperados na demanda – a escalabilidade da nuvem permite respostas mais rápidas. Hoje, até mesmo empresas menores têm acesso a recursos que costumavam ter um custo proibitivo. Não é mais preciso que se mantenham presas a data centers: elas podem atualizar sistemas e aumentar o fluxo de armazenamento com facilidade.

Economia de custos: graças à escalabilidade da nuvem, as empresas podem evitar os custos iniciais de compra de equipamentos caros que podem ficar desatualizados em poucos anos. Por meio de provedores de Cloud, elas pagam apenas pelo que usam e podem minimizar custos.

Quando usar escalabilidade em nuvem

Empresas de sucesso empregam modelos de negócios escalonáveis, ​​que lhes permitem crescer rapidamente e atender às novas demandas do mercado. Não é diferente com a TI. As vantagens de escalabilidade do ambiente Cloud ajudam negócios a se manterem ágeis e competitivos.

A escalabilidade é um dos principais motivos da migração para Cloud. Se as demandas de tráfego ou carga de trabalho mudam ao longo do tempo, uma solução de nuvem escalonável permite que as organizações respondam de forma adequada e econômica, lidando efetivamente com o armazenamento e a performance.

Alinhados com os objetivos de nossos clientes, nós buscamos sempre a melhor solução para os desafios de uma migração para cloud. Somos parceiros e certificados pelos maiores providers de Cloud do mundo – AWS, Microsoft Azure e Google.

Conte com o nosso time para atuar no processo de implementação, transposição ou otimização das arquiteturas digitais do seu negócio para nuvem, que com certeza poderá levá-lo à excelência operacional e à satisfação de seus clientes.

Solicite um diagnóstico da sua operação!

Autores:

Eduardo Sano, Head de Arquitetura
Marcelo Vilela, SME Cloud e SaaS
Thales Araújo, Especialista em Infraestrutura Cloud