Modelo SaaS pode impulsionar ciclos de inovação e criar oportunidades de negócio

Com o comportamento de usuários mudando cada vez mais rápido, o modelo Software as a Service, ou SaaS, é o que melhor atende às necessidades dos clientes.

Uma das tendências mais importantes no setor de Tecnologia da Informação é a mudança no uso de softwares on-premise para Softwares como Serviço, ou Software as a Service (SaaS). A principal diferença é que o software on-premise é instalado e executado no ambiente do cliente, enquanto o SaaS está na nuvem e pode ser acessado via internet, como um serviço. 

Essa mudança na arquitetura criou oportunidades de crescimento para empresas que buscam inovação e têm visão de futuro, dando origem a uma nova fase para líderes de Tecnologia. Ao mesmo tempo, desafiou a geração anterior a dar o salto para essa nova forma de trabalhar, e toda mudança para um novo paradigma costuma ser uma transição desafiadora.

O grande desafio impulsionar ciclos de inovação  

Inovar significa resolver contradições, à medida em que coloca o ser humano em rota de colisão com sua tendência natural à permanência em cenários conhecidos. E se a rapidez das transformações provocadas por sucessivas inovações tecnológicas já vinha gerando impactos nos hábitos de consumo, nas formas de interação social, na adequação das empresas e dos negócios, a pandemia acelerou e consolidou essas novas práticas.

Alguns dos novos hábitos adquiridos neste período, por exemplo, farão com que muitas empresas apostem em automatização de processos e inteligência artificial. Nesse contexto, o SaaS está se tornando o sistema operacional de muitos negócios e setores. 

De acordo com dados do Gartner, ofertas de suporte ou serviços de nuvem pública estão experimentando um enorme crescimento. O software como serviço (SaaS) continua sendo um dos maiores segmentos de mercado e tem previsão de chegar um valor de US$ 122,6 bilhões em 2021, uma vez que a demanda por aplicativos combináveis exige um tipo diferente de experiência SaaS.

Essa onda de mudanças faz com que a duração dos ciclos de inovação – o tempo que leva da concepção até o desenvolvimento e a adoção de uma ideia – diminua com o tempo. Mas, por trás de toda inovação, existe um processo sistematizado que a torna possível e são muitos os desafios para criar inovação em um mercado em constante transformação digital.

SaaS para ciclos de inovação mais ágeis

Empresas que podem entregar inovação a seus clientes em um ritmo mais rápido do que seus concorrentes têm vantagens distintas. Na indústria de TI, vemos isso se desenrolar na mudança do software on-premise para o SaaS, uma mudança evolucionária e que impulsionou oportunidades de investimento focadas no core business. Além de redução nos custos, fornecedores de SaaS podem proporcionar upgrades maiores e mais rápidos a seus clientes e usuários, em comparação com as ofertas tradicionais.

Ciclos de inovação na indústria da tecnologia estão diminuindo de anos para meses. Fornecedores de SaaS podem lançar novos recursos com rapidez, mais de uma vez ao ano, através de sistemas de gestão na nuvem e com uma solução personalizada, de acordo com as necessidades do cliente.

Como resultado, os softwares deixam de ser centros de custos para serem geradores de negócios e receita. Provedores de SaaS criam produtos integrando big datamachine learning e inteligência artificial.

A vantagem competitiva é que esse novo modelo também tem a capacidade de acelerar o ciclo de inovação das empresas. Para negócios que buscam encontrar um ponto de equilíbrio entre o desenvolvimento de estruturas, estratégias e negócios, essa pode ser a chave do sucesso. 

Para descobrir a melhor forma de otimizar seus ciclos de inovação, fale com nossos especialistas.

Deixe um comentário