Plataformas de delivery: 5 dicas para otimizar a sua performance

No cenário de corrida pela implementação de inovações cada vez mais rápidas, as plataformas digitais que prestam serviços de delivery precisam se manter atualizadas.

Mas, por quê? Desde que começou a pandemia, o brasileiro está cada vez mais adepto do delivery de comida. Em 2020, segundo dados do site Statista, o Brasil foi responsável por quase metade do mercado de entrega de comida da América Latina em 2020.

E quando falamos deste ano, de acordo com o estudo “Transformação Digital na América Latina – 2021”, 25% do público participante da pesquisa prefere a compra online à presencial, pela facilidade de receber em casa ou apenas retirar a comida no local.

Nesse cenário de alta demanda por recebimento de comida em casa, as plataformas de delivery precisam entregar o máximo de performance sem falhas e ótima experiência ao usuário, para não haver perda de clientes ou receita.

Dito isso, selecionamos 5 dicas que podem te ajudar a otimizar a sua plataforma de delivery. Mas, antes de entrarmos nesse ponto, você sabe o que são plataformas digitais?

O que são plataformas digitais e como elas funcionam?

As plataformas digitais utilizam de tecnologias para conectar e promover o encontro entre pessoas, ofertas e demandas. No caso das plataformas de delivery, elas funcionam como intermediárias entre os restaurantes e seus clientes, onde é possível fazer diversos pedidos, em vários estabelecimentos.

Para essas plataformas funcionarem, é necessário ter uma infraestrutura por trás adequada e que dê o suporte necessário para o funcionamento das suas aplicações. A maioria das plataformas digitais utilizam de recursos de cloud computing para armazenar todas as suas informações, sem a necessidade de se ter um servidor local, gerando menos custos e sendo mais fácil de serem administradas.

Para além da infraestrutura por trás da aplicação, é importante também focar na parte de UX e usabilidade da plataforma, pois é nesse primeiro contato que você irá fidelizar os seus clientes, ao proporcionar experiências incríveis com seu serviço.

5 dicas de como otimizar a performance das plataformas de delivery

1ª – Tenha APIs flexíveis e sem falhas

Segundo um artigo do Gartner, em 2023 as organizações que adotarem abordagens combináveis deverão ultrapassar a concorrência em 80% na velocidade de implementação de novos recursos.

Por isso, quando falamos de infraestrutura, é importante que a plataforma de delivery tenha APIs flexíveis e que possam ser conectadas à diversos serviços sem muita complexidade.

O Open Delivery, por exemplo, iniciativa da Abrasel que tem como objetivo padronizar os sistemas e os cardápios de deliveries, vai ser integrado por APIs flexíveis. Então, se você deseja fazer parte dessa solução, é necessário adaptar a infraestrutura do seu serviço o mais rápido possível.

Caso você não saiba como fazer para implementar, ou até mesmo testar, APIs, entre em contato com nossos especialistas!

2ª – Dê a melhor experiência para o seu usuário

Entender quem é o seu cliente final faz toda diferença, não só na hora de mostrar produtos que façam sentido, mas também para otimizar a plataforma digital de maneira que ela proporcione a melhor experiência para o cliente.

Quando colocamos em pauta o tema experiencia do usuário, estamos falando de unir acessibilidade, usabilidade e agilidade. Ou seja, plataformas que não tenham falhas e que sejam intuitivas e rápidas nos processos, como durante o fluxo de login, por exemplo.

3ª – Utilize todos os recursos da nuvem

Como falamos anteriormente, a maioria das plataformas digitais hoje em dia são hospedadas em cloud computing, o que pode reduzir bastantes os custos com infraestrutura. Mas, para além da questão financeira, existem diversos recursos que os provedores de nuvens disponibilizam para melhorar a performance da sua aplicação.

Você está usando tudo que a hospedagem em cloud tem para te oferecer?

4ª – O seu cliente não é apenas o usuário final

No cenário que estamos falando de plataformas de delivery, esse ponto é bem importante. Afinal, para que o seu serviço ganhe escalabilidade, é necessário compreender não só as dores dos seus clientes finais, mas também dos seus parceiros – restaurantes e entregadores – e entender o que é possível ser melhorado na comunicação e nas condições.

5ª – Expanda o leque de oportunidades

O brasileiro está mudando a sua forma de consumir. Quando olhamos para fora, já podemos ver exemplos de aplicativos que são capazes de integrar diversos tipos de serviços, desde delivery de comida até mesmo itens de farmácia, supermercados etc.

Mas, fique atento! Antes de aumentar a oferta de serviços, é importante entender as necessidades do seu cliente final e quais produtos eles costumam consumir através de plataformas digitais.

Para saber outras dicas e entender como implementar APIs e melhorar a experiência do usuário, entre em contato com os nossos especialistas!

Entre em contato com
nossos especialistas

    NOME*
    E-MAIL*
    TELEFONE*
    SEGMENTO*
    MENSAGEM*

    Ao clicar em enviar, concordo que li e aceito os
    termos de privacidade da Inmetrics